Amazon cresce na música online mas não às custas do iTunes

by Miguel Caetano on 16 de Abril de 2008

Celebrado como o serviço de música online que iria destronar o monopólio da Apple e reconfortar as almas dos executivos das maiores editoras discográficas fartos da dependência do iTunes, a loja de MP3 da Amazon foi lançada em Setembro passado com um catálogo totalmente composto de faixas sem DRM. De então para cá, o serviço tem crescido mas não a um ritmo tão avassalador capaz de fazer sombra ao iTunes.

Apesar de no final do mês passado, o jornal USA Today ter proclamado que a Amazon já tinha conquistado a segunda posição em termos de vendas de música digital – não obstante a eMusic se ter apressado em contestar essa informação -, ontem a Billboard e a CNET publicaram dados de um estudo do NPD Group que indica que o crescimento da loja de MP3 da Amazon se ficou a dever não tanto ao “roubo” de clientes à Apple mas à conquista de novos consumidores de música digital.

De acordo com a empresa de estudos de mercado, apenas 10 por cento dos clientes da Amazon que compraram downloads de MP3 tinham anteriormente adquirido músicas no iTunes da Apple.Muito provavelmente, a maioria dos consumidores da Amazon deve consistir na sua maioria em pessoas que ainda não tinham feito a transição do CD para o digital ou que recorriam até agora unicamente às ofertas grátis como o P2P.

Uma vantagem da loja da Amazon é que é possível utilizar o serviço num computador com Windows, Mac ou Linux, não sendo mesmo obrigatório instalar o Amazon Downloader. Outro ponto forte é que a Amazon conta com os catálogos de todas as quatro grandes no formato MP3 sem DRM – compatível com quase todos os leitores de MP3 – e vende a música a um preço em média mais barato do que o iTunes, que apenas disponibiliza músicas sem DRM no formato AAC da EMI. No entanto, ainda só é possível utilizar o serviço nos Estados Unidos.

Aliás, talvez seja mesmo por essa razão que o volume de vendas do iTunes continua a ser 10 vezes superior ao da Amazon. Em termos demográficos, o NPD Group refere que 84 por cento dos clientes da Amazon são homens, contra apenas 44 por cento dos do iTunes ao passo que apenas três por cento dos clientes da Amazon são adolescentes, contra 18 por cento dos do iTunes.

Bookmark e Compartilhe

{ 2 trackbacks }

Mais de metade dos americanos não pagam pela música que ouvem | Remixtures
21 de Abril de 2008 às 16:44
Loja de MP3 da Amazon possui apenas 4 a 5% do mercado de música digital | Remixtures
17 de Julho de 2008 às 15:25

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post:

google - ukash - buruncerrahisi.com - burunestetik.de - geciktirici ilaç